domingo, 13 de março de 2011

Sobre o ódio que sinto.

E quando você sente tanto ódio de alguém que deseja que esta pessoa morra? Não me julguem mal os santinhos de plantão, nem puros de coração, nem aqueles que dizem que é “pecado” almejar a morte de alguém - porque embora muita gente não assuma - quem nunca sentiu isso - ou não é humano, ou mente pra si mesmo! Você queria que esta pessoa sumisse, desaparecesse, talvez ficasse invisível, fosse embora, ou qualquer coisa para não precisar mais olhar para ela, falar, e nem encontrá-la pelos corredores da casa, ou pelas ruas da cidade. Queria não precisar mais odiá-la, pois sabe que isto também faz mal a você, aliás, principalmente a você - mas é inevitável, a ira teima em lhe encher o coração... Sem saber o que fazer você vai seguindo, e fazendo de tudo para provar para si mesmo que não é uma pessoa ruim, elencando os mil e um motivos que tem para odiá-la, e se convencendo e tentando convencer os outros de que estranho seria se não a odiasse. Esse ódio te destrói por dentro e volta e meia vem te perturbar... O que fazer para perdoar e para esquecer todo mal que uma pessoa lhe fez? Não sei, se alguém souber onde fica botão do esquecimento, por favor, me mostre: Procuro por ele, desesperadamente!

Um comentário:

  1. Tem meme no meu blog pra vc.'!

    http://lopesfranci.blogspot.com/

    ResponderExcluir